sábado, 30 de março de 2013

O Protesto Popular Sob a Ótica dos Inertes Sociais




Jesus disse em João 8,7 : “Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.”

Não, não se preocupe, não é sobre isso que desejo desenvolver esse texto, afinal eu tenho pecados. Mas pincelei essa passagem bíblica, só pra ativar o lado B da consciência das pessoas :)


Poderia eu, listar alguns motivos de grande relevância sobre o demérito de Marco Feliciano à Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, mas julgo não ser necessário, até porque tenho absoluta certeza, que os que são contra aos protestos pedindo a sua renúncia, sabem bem que ele não tem nenhuma condição de sê-lo, mas optam por uma discordância, porque em suas intelectualidade e visão política, Feliciano foi eleito democraticamente, sendo assim, ele pode continuar Presidente. E vale lembrar, que HÁ controvérsias de visão democrática sobre essa eleição realizada 


E seguindo essa linha convenientemente particular, muito se tem falado da intensidade e importância  ao protesto contra Marco Feliciano, e da morna e quase nenhuma manifestação contra aos mensaleiros ocuparem cargos e comissões... Sim, e daí? Qual a grande surpresa? Desde quando a população brasileira em sua maioria,  se interessa ou protesta pelo que acha certo e justo? E desde quando, os que protestam, devem seguir um “TUTORIAL”, do que devem ou não protestar nas ruas? 

Até onde sei, os protestos pacíficos populares, são demonstrações de  discordância, repúdio  a algo, alguém ou determinado assunto que seja, e de forma nenhuma, já que vivemos ainda numa democracia, ninguém deve ser cerceado, impedido e pautado em seu direito ao que deve ou não protestar.



Serão julgados e criticados? Sim!  Isso é típico da cultura HORROROSA do brasileiro, mas que seja de forma coerente, justa, e NUNCA,  JAMAIS, por não terem feito o protesto dos inertes sociais,  daqueles que os julgam.

Sim, acredite, essas pessoas não são julgadas apenas pelo protesto que fazem, e sim, por não fazerem o PROTESTO que seus JULGADORES, gostariam que elas fizessem, porque a esses  faltam CORAGEM e APTIDÃO de irem às ruas fazê-lo.
E sendo assim, tentam atingi-las, para que PAREM de protestar,  dizendo que é um protesto “Gayzista”, criado e manipulado pelo “Gayzismo”, representados pela entidade nacional LGBT e a ABGLT, quem sabe assim, terão o apoio dos “Héteros” e  “Machos” desocupados, aqueles que nutrem e disseminam o ÓDIO aos gays; ou então os ” religiosos praticantes fervorosos hipócritas” , ou quem sabe ainda, terão o apoio incondicional das “famílias defensoras das leis, da moral e dos bons costumes, sentenciadoras dos pecados alheios e encobridoras dos seus”.  

E com tristeza imagino, que todos eles reunidos, GRITEM a uma so voz: “ O Protesto contra Marco Feliciano é uma tentativaGayzista” de minar a democracia, já que foi eleito pelo voto do colegiado”!!!! - “Parem de protestar Contra Marco Feliciano,  seus Gays, protestem contra Renan Calheiros, José Genoíno, João Paulo Cunha!!!!”...e talvez, eu ainda imaginando, eles  em voz baixa, silenciosa, quase emudecida, quase somente em pensamento... dizem envergonhados...”vão lá seu gays, vão lá!! Usem essa coragem de vocês, essa couraça colorida, utilizem essa organização, essa cidadania admirável, esse ativismo invejável, e façam o que não temos peito e nem coragem de fazer... 

Não, os Protestos contra a permanência de Marco Feliciano na presidência da CDHM, não é um mérito apenas dos Gays, ou liderados pelo LGBT, é um protesto popular, de uma grande parte de brasileiros, entre eles, cidadãos comuns, artistas, celebridades, políticos e de um grande número de evangélicos.. e isso é uma DEMOCRACIA. O que for dito e mostrado menos que isso, ou diferente disso, é MENTIRA, é DITATORIAL... é repulsivo.

Na oportunidade, peço-lhe um favor:  Pense e Responda a pergunta abaixo, gritando se preferir:
->  Qual é o seu MAIOR PROTESTO?  

Agora, acima, no lugar de PROTESTO, leia PECADO e responda a mesma pergunta.

Pergunto: Qual das 2 opções você  gritou para que todos pudessem ouvir?

A grande verdade é, que uma boa parte das pessoas, constroem seus castelos com pedras carregadas pelos outros, mas os seus pecados, ainda que pesados, esses elas mesmas carregam, fazem questão de guardar bem em segredo, para que os castelos construídos não venham rachar e serem desfeitos.

As ruas, avenidas, praças, continuam nos mesmos lugares, e enquanto houver democracia,  que sejam elas usadas também  pelos críticos inertes sociais  e inconformados/acomodados. Usem e abusem em seus protestos. Mas não queiram impor a OUTROS, quais e contra quem, devem ser feitos.

Deixo aqui um pensamento de Charles Bukowski,  poeta e escritor alemão:

O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas...  

                                                <><><> Comentem o texto  :) <><><>

13 comentários:

Bianca disse...

ADOREI seu texto Priscila, ainda nao tinha lido nada igual sobre esse assunto.

Vc conseguiu focar justamente o q eu nao tenho engolido desse povo preconceituoso, usar o protesto contra Feliciano, para atacar os Gays, e ir pras ruas, ninguem quer.
Parabéns!

William Duarte disse...

Muito Bom Pri, seu texto é o mais esclarecedor sobre o preconceito dos ativistas de sofá, que li até hoje. Vou postar no face.

beijos

Unknown disse...

Parabens de novo!!Vc é D+, concordando mesmooooooooooooooo!!!!Celly Mattos

BLOG DA ORQUÍDEA SANTOS disse...

Simplesmente uma obra de arte para quem entendeu o texto. Parabéns. (Mhario Lincoln).

José Carlos Bortoloti disse...

Sábia Priscila!

Confesso, não sei que é Feliciano ou deixa de sê-lo, o que esta buscando ou nao. Mas tem completa razão quando somos manipulados e nos confundem com idiotizados, Quandos tentam nos manipular por algo que a grande maoria nao sabe.
Ao fazê-lo demonstra grande coragem.
Sim, opinar da forma profunda e inteligente parece ser perigoso, atualmente, nesse pais, muito mais por minórias mais idiotizadas ainda do que por aqueles que no fundo querem nos "usar" de uma forma ou outra.
Confesso-te, de outra forma, usando Wendell Barry, afirma ele: " O passado é nossa definição; podemos lutar, com bons motivos para escapar dele ou para escapar do que há de mau nele, mas os escaparemos se acrescentarmos aldo de melhor".
Ao opinar, repito, corajosamente, como o fez nesta crônica, nos mostra que temos que aprender novamene a Pensar, afinal não dói.
Meus cumprimentos pela coragem e pelas palavras bem ditas.

Contnue especial, e ajude a #tribodoBem, a pensar sobre o que é melhor para este povo que é usado, utilizado, massacrado, escravizado por seres de mentes pequenas e perversas,
Com meu afeto
josé Carlos Bortoloti - Profeborto
Passo Fundo - RS -
www.epensarnaodoi.blogspot.com.br

Anônimo disse...

Cara Priscila, achei q loira nao fosse muito inteligente, mas sempre quando leio seu blog e seus tuites, me envergonho de pensar dessa forma machista e errônea. Sua coragem é espantosa, e mais ainda sua inteligência e coerencia no seus textos, mas o que mais me impressiona Priscila, sao os temas que vc escolhe para falar, sao simplestemente incríveis e atuais.

Muito bom moça, continue assim, e por sua causa, estou mudando de opiniao quanto as loiras rs.

Com muito prazer sempre, seu eterno admirador, Mauro L. Martins

Portal Aqui Brasil disse...

O Protesto Popular Sob a Ótica dos Inertes Sociais
Poderia eu, listar alguns motivos de grande relevância sobre o demérito de Marco Feliciano à Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, mas julgo não ser necessário.


Link Curto: http://maiscurto.net/jkz3sj

Marisa Cruz disse...

Querida Priscila

Quando escolhemos os governantes e parlamentares esperamos que comecem a agir para aplaudirmos ou protestarmos contra seus atos em desacordo com o Desenv.Humano de todo o Povo.
Acredito que uma comissão parlamentar não seja apenas a Voz do presidente e sim de todos que dela fazem parte e até agora não vimos esta Comissão dizer ao que veio e como agirão, exatamente pelos protestos.
Nossos protestos sejam nas ruas ou nas redes são baseados em fatos reais que lesam a população brasileira em todos os segmentos e não em ilações do que poderá acontecer.
Vamos aguardar os trabalhos desta Comissão de DH para sabermos se estão 100% a favor de todos (minorias e maiorias).

Marisa Cruz

Anônimo disse...

Priscila, há muito tempo sigo seu blog, e me encanto com a sua sapiência, coragem e verdade em seus textos. Vc nao se intimida com os temas que aborda, coloca sempre sua opinião de forma firme e sagaz, passando pra quem ler, como se vc estivesse nos falando frente a frente, nos olhando nos olhos. É assim que me sinto quando leio seus textos, e me sinto mais próximo de vc como pessoa.

Obrigado Priscila, por vc me dar inúmeros motivos pra pensar e formar minhas próprias opiniões.

beijo enorme menina

Hélio

Leo Nunes disse...

Priscila, há tempos não leio algo tão bom acerca desse gênero.
Sem querer me eximir, o ato de protestar do brasileiro ainda é muito fraco, praticamente nulo.
Quanto a sua questão, "Qual o seu MAIOR PROTESTO?", acho que o modo calado da nossa gente em relação a não protestar de forma correta, é um deles. Precisamos de líderes que possam nos guiar para que possamos reivindicar de tudo que temos direito, caso contrário, continuaremos sendo os mesmos passivos de sempre.

Sábias palavras, minha cara! Parabéns!

Abraços, Leo Nunes.

Jeferson Cardoso disse...

Não consigo ver o desenrolar do assunto sem suspeitar que tudo isso não passe de uma grande manobra midiática. No final, creio que restará somente a poeira e o nome da legenda fortalecido na memória dos eleitores. Acho que é isso. Com tempo, deixe sua impressão no meu http://jefhcardoso.blogspot.com Ficarei honrado.

carlos augusto Andrade disse...

Olá. Parabéns pela postagem. Estou seguindo seu blog, e gostei muito dele. Siga o meu gauchaopina.blogspot.com, se puder. Curta a minha página no Facebook também: http://www.facebook.com/BlogPlanetaCurioso?ref=hl Até mais e obrigado. Blog da hora.

Anônimo disse...

Muito bom o texto. Parabéns!